Por Ronald Junior

O mês de janeiro de 2022 vai entrar para a história como “o período das aquisições bilionárias.” A Take Two adquiriu o estúdio mobile Zynga por US$ 12,7 bilhões e a Microsoft comprou a Activision Blizard pelo valor absurdo de US$ 68,7 bilhões. Enquanto muitos questionavam o poder aquisitivo da Sony e outros especulavam compras absurdas, a japonesa já vinha arquitetando o seu plano em segredo a algum tempo.

Depois de seis meses de negociação, a Sony anúncio no dia 31 de janeiro a compra da Bungie por US$ 3,6 bilhões. Isso mesmo. Agora a empresa que já fez parte da Microsoft e da Activision, entrará para família PlayStation.

Em seus tempos de Xbox, a desenvolvedora criou a franquia Halo, uma das principais franquias, se não a principal, da Microsoft. Já com a Activision, ele criaram o extremamente bem sucedido Destiny.

Com a aquisição, o estúdio atuara de forma totalmente indentidade. Destiny 2 continuará nos consoles Xbox e seus próximos jogos serão multiplataforma.

Armas, armaduras e exóticos de Destiny 2 Temporada 15 - novos exóticos,  munição primária infinita, estase Armas lendárias - Moyens I/O

Se não é para tornar seus jogos exclusivos de PlayStation, qual o motivo dessa aquisição? Acredito que muitas pessoas estejam fazendo essa pergunta, e a resposta é: conhecimento.

A Sony é a rainha dos jogos singleplayer. Ela possui franquias aclamadas como God of War, The Last of Us, Uncharted, Horizon e várias outras, mas o seu calcanhar de Aquiles são os jogos como serviço.

Para os jogadores mais puritanos, esse não chega nem ser uma área deficiente, mas no ponto de vista comercial, esse é um grande problema. As pessoas passam muito mais tempo e gastam mais o seu dinheiro em multiplayer online, e no PlayStation 4 e 5, quem mergulha nessa onda são os jogos multiplataforma como: Fortnite, Call of Duty e FIFA.

Destiny 2: como completar o desafio Qual Bruxa | Jogos de RPG | TechTudo

No lado do Xbox, esse é o ponto mais forte do console. A sua lista de multiplayers online de sucesso são enormes e vem aumentando cada vez mais. Até mesmo o problema da falta de jogos singleplayer memoráveis está sendo resolvido.

A Sony tentou com Destruction AllStars, porém falhou feio. Agora com a Bungie ao seu lado, que é experiente nesse tipo de jogo, a gigante japonesa tem tudo para fortalecer seu ponto fraco e oferecer uma variedade de jogos muito maior para a sua base de jogadores.

O conhecimento da Bungie vai ser um verdadeiro diamante dentro do ecossistema PlayStation, e favorecerá estúdios como Santa Monica, Naughty Dog em seus projetos futuros.

Essa passa longe de uma simples aquisição para adquirir franquias consolidadas. A compra mais ousada da história do PlayStation tem seu foco em conseguir experiência.

Podemos não ver os frutos dessa aquisição de imediato, como foi caso da Microsoft com a Bethesda e será com a Activision assim que concluírem toda a parte burocrática da aquisição, mas é esperado algo grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s